Por que estudar na ESA - Sargento Do Exército?


Vantagens de estudar na ESA

Como aluno:

  • Salário-Aluno R$ 989,00
  • Alojamento
  • Fardamento completo
  • Alimentação
  • Férias
  • Atividades sociais, culturais, recreativas e esportivas
    patrocinadas pela ESA e Grêmio de alunos

Após formado:

  • Sargento de carreira das armas do exército Brasileiro.
  • Salários atrativos
  • Vida estabilizada
  • Segurança e tranquilidade para toda a família com plano de saúde e aposentadoria com valor integral do salário.
  • Salário inicial R$ 3.574,00

Requisitos

  • Ser brasileiro nato;
  • Ambos os sexos
  • Ter concluído ou estar cursando o último ano do Ensino Médio.
  • Possuir no mínimo, 18 anos e no máximo, 24 (vinte e quatro) anos de idade, sendo que, para as áreas de saúde e música, a idade máxima será de 26 (vinte e seis) anos de idade. Para todas as áreas as idades serão referenciadas a 31 de dezembro do ano da matrícula.

Vantagens do Azambuja

  • Material didático qualificado
  • Reforço de matemática, português e redação
  • Aulas de redação
  • Salas climatizadas
  • Tradição e expertise de 44 anos
  • Especialista na área militar
  • Professores militares e civis com experiência em concursos
  • Plataforma (app) com mais de 300 mil questões (Opcional)
  • Questões específicas para todos os concursos militares
  • Simulados online com correção automática para você saber como foi na prova (Opcional)
  • Definição de metas e desempenho (Opcional)


UNIDADES E HORÁRIOS

CENTRO

CENTRO

Início em 19 de março de 2018 Início em 17 de abril de 2018
  • Segunda à Sexta
    Das 19h às 22h

  • Sábados
    Das 08h às 12h
    Das 13h às 17h
  • Segunda à Sexta
    Das 19h às 22h


Aluno, prove do sucesso!!
Venha para a Escola de Sargentos das Armas.

A Escola de Sargentos das Armas (ESA) é, atualmente, o estabelecimento de ensino do Exército Brasileiro destinado exclusivamente à formação de Sargentos Combatentes de carreira, das armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações.
Enquadrada na Linha de Ensino Militar Bélico de grau médio, a ESA, para o cumprimento de sua missão, está estruturada da seguinte maneira: comando de Oficial General, com seu Estado-Maior; Divisão de Ensino (DE); Corpo de Alunos (CA); Divisão Administrativa (DA); Divisão de Pessoal (DP); Divisão de Tecnologia da Informação (DTI) e Batalhão de Comando e Serviços (BCSv)..

 

 

Depoimentos

Saiba o que nossos alunos pensam sobre nós e nossos cases de sucesso

  • Depoimento Eliana Amaral

    Eu Eliane do Amaral, mãe de ex aluna do Azambuja. Hoje fazendo faculdade da UFRGS Quando fez azambuja foi uma da 1° alunas com 100% do curso. Assim passando no Colegio Militar de PoA em 3° lugar das 45 vagas da época. Hoje arrasando em ciencia da computaçao em eu 3° ano de facul. E fazendo estagio numa das melhores empresa do ramo a Sap. Muito obrigada a todos Azambuja. Obs. Esperem pelo mano dela Victor Lourenço do Amaral Menger, daqui a 3 anos entra.

    - Eliana Amaral

  • Depoimento Carlos Eugênio Munhoz

    Não tenho que reclamar. Pra mim foi o melhor curso que a minha filha fez. Todo o aprendizado que teve foi excelente, sendo de grande utilidade até mesmo na escola não apenas para o concurso. Eu recomendo este curso. 100% de conhecimento e aprendizado.

    - Carlos Eugênio Munhoz

  • Depoimento Aryela Adiers Françoes

    Bom, o que falar desse curso maravilhoso, o qual me fez conhecer pessoas maravilhosas, ter monitores maravilhosos, salas sempre agradáveis, uma maravilhosa equipe e professores de super qualidade. A família que eu formei aqui, eu vou levar pra vida toda, obrigada por tudo Cursos Azambuja, por me proporcionar tudo isso é ainda pelo meu crescimento tanto intelectual, como um crescimento pra vida

    - Aryela Adiers Françoes

  • Depoimento Heloísa Toledo

    Tenho muito a agradecer ao curso, pois me acolheram no momento em que eu mais precisei. Amei cada momento de aula, os melhores professores que já tive! E de forma uma geral, só tenho gratidão pelo ano de estudos e pela novo rumo de vida que consegui construir... obrigada, Azambuja!

    - Heloísa Toledo

Blog de Notícias